Modelo 21-RFI: O Essencial para Evitar a Dupla Tributação

CONTAREA - GESTÃO E CONTABILIDADE - FAMALICÃO - Modelo 21-RFI: O Essencial para Evitar a Dupla Tributação

Entenda o Modelo 21-RFI e a Sua Importância de Evitar a Dupla Tributação

O Modelo 21-RFI é essencial para quem paga comissões a sujeitos passivos não residentes em Portugal. Entender este modelo é fundamental para evitar problemas fiscais e garantir a conformidade com as normas das Convenções para Evitar a Dupla Tributação (CDT). Este guia detalha tudo o que precisa saber sobre o Modelo 21-RFI e como evitar a dupla tributação.

O que é o Modelo 21-RFI?

O Modelo 21-RFI permite a aplicação das normas previstas nas Convenções para Evitar a Dupla Tributação. Estas convenções são acordos entre países que evitam que os rendimentos sejam tributados em ambos os países, reduzindo assim a carga tributária para os não residentes. Este modelo é vital para obter a dispensa total ou parcial da retenção na fonte do imposto português.

Como Funciona o Modelo 21-RFI?

Ao preencher o Modelo 21-RFI, as autoridades fiscais do Estado de residência do beneficiário dos rendimentos certificam que este é um residente fiscal. Este processo é necessário para que a Autoridade Tributária portuguesa reconheça a isenção ou redução da taxa de retenção na fonte aplicada aos rendimentos.

Validade e Renovação do Modelo 21-RFI

O Modelo 21-RFI tem a validade de um ano civil. Portanto, deve ser renovado anualmente para manter a sua eficácia. Se ainda não possui o seu Modelo 21-RFI, deve obtê-lo através das plataformas apropriadas ou solicitá-lo às entidades competentes.

Exemplos de Obtenção do Modelo 21-RFI

Para obter o Modelo 21-RFI da Booking, por exemplo, deve descarregá-lo diretamente da Extranet da Booking, no separador FINANÇAS. O Certificado de Residência Fiscal da Booking é enviado pela própria empresa no início de cada ano fiscal.

Consequências da Falta do Modelo 21-RFI

É importante conservar o Modelo 21-RFI anualmente, para apresentar quando solicitado pela Autoridade Tributária portuguesa. Se não conseguir demonstrar a existência deste modelo, será responsável pela entrega do imposto em falta ao Estado, além de pagar coimas e juros compensatórios.

Como Preencher o Modelo 21-RFI?

Preencher o Modelo 21-RFI corretamente é fundamental. O modelo exige informações detalhadas sobre o beneficiário dos rendimentos e deve ser certificado pelas autoridades fiscais do Estado de residência. O preenchimento incorreto pode levar a complicações fiscais e à necessidade de pagar impostos adicionais.

Passo a Passo para o Preenchimento

  1. Identificação do Beneficiário: Inclua todas as informações pessoais e fiscais do beneficiário.
  2. Detalhes dos Rendimentos: Especifique os tipos e montantes dos rendimentos recebidos.
  3. Certificação Fiscal: Obtenha a certificação das autoridades fiscais do Estado de residência.
  4. Envio e Conservação: Envie o modelo às autoridades competentes e guarde uma cópia para futuras verificações.

Exemplos Práticos de Utilização

Empresas como Airbnb, Booking e Bolt utilizam o Modelo 21-RFI para garantir que os seus prestadores de serviços não residentes beneficiem das convenções fiscais. Estes modelos são frequentemente descarregados das plataformas online dessas empresas e requerem a certificação anual pelas autoridades fiscais locais.

Links Úteis e Referências

Para facilitar o processo de obtenção e preenchimento do Modelo 21-RFI, é recomendável consultar os seguintes links:

Dicas para Evitar Problemas com a Dupla Tributação

  1. Renovar Anualmente: Certifique-se de renovar o Modelo 21-RFI todos os anos.
  2. Verificar Certificações: Confirme que as certificações estão corretas e atualizadas.
  3. Guardar Documentos: Mantenha uma cópia de todos os documentos fiscais relevantes.
  4. Consultar um Especialista: Se tiver dúvidas, consulte um contabilista ou especialista em fiscalidade.

Qualquer dúvida ou questão, não hesite em contactar-nos!

Siga as nossas Redes Sociais para estar sempre atualizado/a:
Facebook Linkedin Twitter Instagram

A informação apresentada neste artigo não é vinculativa e não substitui a consulta completa dos documentos e legislação relevantes sobre o tema abordado.

Quem é a CONTAREA – GESTÃO E CONTABILIDADE

A Contarea – Gestão e Contabilidade, instituição de renome na área dos serviços de Contabilidade, Fiscalidade, Recursos Humanos, Gestão Administrativa, Consultoria de Gestão, Projetos De Investimento e Apoios, Apoio ao Empreendedorismo, Bpo/Outsourcing e Auditoria, tem a sua sede em Famalicão desde 2001. Distingue-se por possuir uma carteira vasta e diversificada, estendendo os seus serviços por todo Portugal, com especial incidência nos concelhos de Famalicão, Braga, Santo Tirso, Trofa, Barcelos, Felgueiras, Maia, Valongo, Vila do Conde, Póvoa do Varzim, Esposende, Porto, Guimarães, Fafe, Vizela, Matosinhos, Valongo e Paredes.

Adotamos uma abordagem personalizada junto dos nossos clientes, com o intuito de oferecer soluções e propostas de valor que se ajustam especificamente aos diferentes sectores de atividade. Esta metodologia baseia-se na convicção de que as exigências de cada empresa são únicas, e que cada sector de atividade beneficia de forma significativa de um apoio especializado.

A nossa missão é expressa de forma clara e objetiva: comprometemo-nos com o rigor e a proximidade na gestão das Pequenas e Médias Empresas (PMEs), assegurando um acompanhamento constante por parte da nossa equipa de Contabilistas Certificados.

author avatar
António Martins Pereira CEO & General Manager
CEO @ Contarea - Gestão e Contabilidade | Especialista em contabilidade, fiscalidade e gestão de empresas | Otimização da produtividade e rentabilidade de negócios

António Martins Pereira
CEO @ Contarea - Gestão e Contabilidade | Especialista em contabilidade, fiscalidade e gestão de empresas | Otimização da produtividade e rentabilidade de negócios

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *