IRC Startups: A Influência do Orçamento de Estado 2024

CONTAREA GESTÃO E CONTABILIDADE - FAMALICÃO - IRC Startups: A Influência do Orçamento de Estado 2024

OE 2024 e IRC Startups: Implicações para Empresas Emergentes em Portugal

Em Portugal, as startups enfrentam vários desafios, entre eles a carga fiscal. Contudo, o Orçamento de Estado para 2024 (OE 2024) vem com novas medidas que merecem atenção. Este artigo visa esclarecer as especificidades da taxa de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC) que se aplica a startups.

Requisitos para Beneficiar da Taxa Reduzida

Para usufruir da taxa reduzida de 12,5% de IRC sobre os primeiros €50.000 de matéria coletável, as startups devem cumprir determinadas condições:

  1. Inovação e Potencial de Crescimento: A empresa deve ser inovadora e possuir um elevado potencial de crescimento, ou ter sido reconhecida pela ANI em atividades de investigação e desenvolvimento.
  2. Financiamento de Capital de Risco: A startup deverá ter concluído pelo menos uma ronda de financiamento de capital de risco ou recebido instrumentos de capital ou quase-capital.
  3. Investimento do Banco Português de Fomento: A empresa deve ter recebido investimento deste banco ou de fundos por ele geridos.
IRC Startups: A Influência do Orçamento de Estado 2024

Desajustes Legais e OE 2024

É importante notar que a Proposta de Lei do Orçamento do Estado (PLOE) exige o cumprimento cumulativo destas condições, enquanto a Lei das Startups sugere que são alternativas. Este facto levanta a questão de se será um erro na PLOE.

Conformidade com Regulamentos Europeus

Este benefício fiscal está também sujeito às regras europeias relativas a auxílios de minimis, o que implica que os apoios não podem exceder os limites definidos pela União Europeia.

O OE 2024 traz perspetivas novas para as startups em Portugal, particularmente no que concerne ao IRC. É fundamental que estas empresas estejam cientes de todos os requisitos e conformidades legais para maximizar os benefícios fiscais ao seu dispor.

Qualquer dúvida ou questão, não hesite em contactar-nos!

Siga as nossas Redes Sociais para estar sempre atualizado/a:
Facebook Linkedin Twitter Instagram

A informação apresentada neste artigo não é vinculativa e não substitui a consulta completa dos documentos e legislação relevantes sobre o tema abordado.

Quem é a CONTAREA – GESTÃO E CONTABILIDADE

A Contarea – Gestão e Contabilidade, instituição de renome na área dos serviços de Contabilidade, Fiscalidade, Recursos Humanos, Gestão Administrativa, Consultoria de Gestão, Projetos De Investimento e Apoios, Apoio ao Empreendedorismo, Bpo/Outsourcing e Auditoria, tem a sua sede em Famalicão desde 2001. Distingue-se por possuir uma carteira vasta e diversificada, estendendo os seus serviços por todo Portugal, com especial incidência nos concelhos de Famalicão, Braga, Santo Tirso, Trofa, Barcelos, Felgueiras, Maia, Valongo, Vila do Conde, Póvoa do Varzim, Esposende, Porto, Guimarães, Fafe, Vizela, Matosinhos, Valongo e Paredes.

Adotamos uma abordagem personalizada junto dos nossos clientes, com o intuito de oferecer soluções e propostas de valor que se ajustam especificamente aos diferentes sectores de atividade. Esta metodologia baseia-se na convicção de que as exigências de cada empresa são únicas, e que cada sector de atividade beneficia de forma significativa de um apoio especializado.

A nossa missão é expressa de forma clara e objetiva: comprometemo-nos com o rigor e a proximidade na gestão das Pequenas e Médias Empresas (PMEs), assegurando um acompanhamento constante por parte da nossa equipa de Contabilistas Certificados.

administrator

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *