OE 2017 – ‘FAT TAX’ PARA REFRIGERANTES

É aguardada como uma das surpresas deste Orçamento. Trata-se da criação de imposto

1.png

 extra sobre os sumos e refrigerantes. A medida pretende reduzir o consumo de açúcar em Portugal e poderá garantir uma receita entre 50 milhões a 100 milhões de euros através de dois escalões de tributação que variam com a concentração de açúcar das bebidas e que poderá atingir um máximo de 20 cêntimos por litro.

author avatar
António Pereira CEO & General Manager
CEO @ Contarea - Gestão e Contabilidade | Especialista em contabilidade, fiscalidade e gestão de empresas | Otimização da produtividade e rentabilidade de negócios

António Martins Pereira
CEO @ Contarea - Gestão e Contabilidade | Especialista em contabilidade, fiscalidade e gestão de empresas | Otimização da produtividade e rentabilidade de negócios

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *