Estado dá mais 500 euros por cada desempregado
15 janeiro 2010

O Governo decidiu reforçar os apoios à contratação sem termo de desempregados e em 2010 vai dar um subsídio de 2.500 euros, mais 500 do que no ano passado, às empresas.

A medida faz parte do pacote de estímulo ao emprego ontem aprovado em Conselho de Ministros e que vai vigorar até ao final de 2010, substituindo os apoios que vigoraram ao longo do ano passado.

Ao todo, o pacote custará aos cofres do Estado 500 milhões de euros, menos 80 milhões do que o Governo previa gastar nas medidas de apoio ao emprego que vigoraram ao longo de 2009. Confrontada com esta redução das verbas, a ministrado Trabalho garantiu tratar-se de um "orçamento realista". Helena André acrescentou que está disponível para o reforçar caso haja necessidade, apesar de reconhecer que os apoios acabam por agravar o défice do Estado, que este ano deverá ultrapassar os 8%.

‹ voltar